segunda-feira, 5 de abril de 2010

Tipos e Gênero Textual

Tipo e gênero textual

TIPO TEXTUAIS GÊNEROS TEXTUAIS
a) São constructos teóricos definidos por propriedades lingüística intrínsecas. a) São realizações lingüísticas concretas definidas por propriedades sócio-comunicativas.
b) Constituem seqüências lingüísticas ou seqüências de enunciados no interior dos gêneros e não são textos empíricos. b)Constituem textos empiricamente realizados cumprindo funções em situações comunicativas.
c) Abrange um conjunto limitado de categorias teóricas determinadas por aspectos lexicais, sintáticos, relações lógicas, tempo verbal. c)Abrange um conjunto aberto e ilimitado de designações concretas determinadas pelo canal, estilo, conteúdo, composição e função.
d) Designações teóricas dos tipos: narração, argumentação, descrição, injunção e exposição. d)Exemplo de gêneros: crônicas jornalísticas, folhetos publicitários,atas de reuniões, relatórios, ensaios, etc.


Resumidamente:

Tipo descritivo: dá características de algo que ele está descrevendo, ex: descrever um objeto, como ele é.
Tipo argumentativo: emite opinião, argumenta, cria uma discurssão envolvendo uma temática; ex: Textos argumentativos.

Tipo narrativo: narra fatos que se sucedem gerando uma história, onde envolve personagens; ex: conto de fadas
Tipo injuntivo: texto que apresenta verbos no imperativo indicando pedido, ordem, comando; ex: manual, receita, anúncio induzindo consumidor à comprar ("compre batom")
Tipo expositivo / explicativo: expõe cientificamente / afirmando verdadeiramente / inquestionavelmente / sem apresentar discurssão (diferença entre expositivo e argumentativo).



Em linguística, tipos textuais refere-se à estrutura composicional dos textos. Hoje, admite-se cinco tipos texuais, a saber: narração, argumentação, exposição, descrição e injunção.
A narração (Tipo narrativo) está presente quando o texto fornece informações sobre o tempo e espaço do fato narrado. Além disso, é comum aparecerem nomes de pesonagens e um "clímax" em determinado momento. Há, portanto, o desenvolvimento da história, um momento de tensão, e a volta à estabilidade. Um exemplo clássico de narrativa são os contos de fada.
A argumentação (Tipo argumentativo) está presente quando um determinado ponto de vista é defendido em um texto. São os chamados textos dissertativos.
A exposição (Tipo expositivo), como o próprio nome indica, ocorre em textos que se limitam a apresentar uma determinada situação.
Nos textos descritivos existe a riqueza de detalhes e a constante presença de adjetivos. A descrição é muito recorrente em diversos gêneros textuais.
Os textos injuntivos (Tivo injuntivo), por sua vez, são aqueles que indicam procedimentos a serem realizados. Nesses textos, as frases, geralmente, são no modo imperativo. Bons exemplos desse tipo de texto são as receitas e os manuais de instrução.
É muito importante não confundir tipo textual com gênero textual. Os tipos, como foi dito, aparecem em número limitado. Já os gêneros textuais são praticamente infinitos, visto que são textos orais e escritos produzidos por falantes de uma língua em um determinado momento histórico. O gêneros texuais, portanto, são diretamente ligados às práticas sociais. Alguns exemplos de gêneros textuais são carta, bilhete, aula, conferência, e-mail, artigos, entrevistas, discurso etc.
Assim, um tipo textual pode aparecer em qualquer gênero textual, da mesma forma que um único gênero pode conter mais de um tipo textual. Uma carta, por exemplo, pode ter passagens narrativas, descritivas, injuntivas e assim por diante.



Gêneros textuais:

Os textos se organizam em gêneros. Alguns autores costumam falar em gêneros textuais e gêneros literários. O gênero do texto é determinado pelas características do seu estilo, do canal, de suas funções, pela função sociocomunicativa que exerce e também pelo seu conteúdo.
Há inúmeros exemplos de gênero textual: bula de remédio, lista telefônica, bilhete, carta pessoal, carta comercial, telefonema, notícia, email, cardápio, chat, instruções técnicas, outdoor, reportagem, aula, reunião, inquérito, boletim de ocorrência, resenha, aula virtual, resumo, biografia, relatório, edital de concurso, piada, charge, consersação comum, conferência, sermão, romance, horóscopo, receita culinária, etc.
Assim sendo, um texto, por exemplo, do gênero carta, pode ser do tipo narrativo, argumentativo, etc. Um romance pode trazer trechos descritivos, embora seja predominantemente narrativo. Numa bula de remédio estão presentes três tipos: argumentativo, descritivo e dissertativo. Na fábula, o narrativo e argumentativo. Diante do exposto, concluímos que, um tipo de texto pode ocorrer em vários gêneros. 





Gêneros textuais são tipos específicos de textos de qualquer natureza, literários ou não. Modalidades discursivas constituem as estruturas e as funções sociais (narrativas, dissertativas, argumentativas, procedimentais e exortativas), utilizadas como formas de organizar a linguagem. Dessa forma, podem ser considerados exemplos de gêneros textuais: anúncios, convites, atas, avisos, programas de auditórios, bulas, cartas, comédias, contos de fadas, convênios, crônicas, editoriais, ementas, ensaios, entrevistas, circulares, contratos, decretos, discursos políticos, histórias, instruções de uso, letras de música, leis, mensagens, notícias.

Exemplos de gêneros textuais / onde se encontram / o que eles fazem:

NOVELA
Narrar
Televisão
Mídia televisiva
Autores telespectadores

CRÔNICA

Expor / Argumentar


Seção coluna de jornal/revista
Mídia impressa jornal/revista
Escritor leitor de jornal/revista

ROMANCE
Narrar
Livro
Indústria literária
Escritor leitor

ENTREVISTA

Interativo/Dialogal
Revista
Mídia escrita
Jornalista e entrevistado/leitor

CARTA OFÍCIO
Expor/Argumentar
Folha papel timbrado e envelope
Acadêmico escolar oficial
Universidade/Escola
Prefeitura

BIOGRAFIA
Relatar
Livro
Indústria Literária
Escritor/Leitor



MANUAL DE INSTRUÇÃO DE TV
Instruir
Folheto, folder, livro impresso
Indústria-comércio (mercantil)
Empresa indústria cliente

CHEQUE
Expor/Instruir
Talão de cheque
Bancária
Cliente - banco

EDITORIAL
Argumentar/Expor
Jornal /revista impressos
Mídia jornal impresso
Empresa (jornal/revista) leitor

NOTICIÁRIO
Relatar
Jornal tevê rádio
Mídia
Apresentador público

NARRAÇÃO DE JOGO DE FUTEBOL
Narrar
Rádio/TV
Mídia esportiva
Narrador – ouvintes/telespecta-dores

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário